Troca de Saberes

A Troca de Saberes é um conjunto de atividades que consiste na organização dos participantes em grupos temáticos, proporcionando-lhes a oportunidade de apresentar, socializar e discutir suas experiências cotidianas, conhecimentos tradicionais e práticas de sucesso na pequena produção. A Troca de Saberes faz o casamento entre o conhecimento técnico e o saber popular.

Carta dos organizadores aos participantes:

Às companheiras e companheiros!

Desde 2009, durante a Semana do Fazendeiro, realizamos na Universidade Federal de Viçosa, um encontro com agricultores e agricultoras para conversar e trocar experiências sobre agroecologia. Nós chamamos este encontro de Troca de Saberes. Isto é, trocar conhecimento dos agricultores e agricultoras com o conhecimento do pessoal da Universidade. Nós vamos andar pela Universidade, entrar em alguns laboratórios, visitar alguns museus, horto de plantas, área de experimentos e laboratório de computador, além de oficinas a serem realizadas e muita cantoria boa!

Esta já é a nona Troca de Saberes que realizamos. O tema central desta Troca de Saberes será diálogo, diversidade e resistência. Estamos carinhosamente chamando-a de “Diálogos das diversidades: Resistência e liberdade em nossas terras e territórios”.

Durante a Troca vamos organizar:

– Uma troca de sementes. Por isto pedimos que tragam sementes e mudas para trocar com @s companheir@s.

– Uma partilha de alimentos tradicionais: traga alimentos de sua comunidade para a mesa da partilha: rapadura, broa, biscoitos, frutas e outras coisas que você tiver disponível.

– Teremos novamente a “SOPA DA FARTURA”. Para esta sopa estamos solicitando também que vocês tragam produtos: mandioca, batata doce, inhame, abóbora, couve…. Qualquer alimento que vocês produzam na roça. Esses alimentos serão usados para fazer a nossa sopa ficar mais gostosa. Nós iremos preparar, em grupo, uma sopa com os alimentos sagrados trazidos por vocês.

– Tragam também algo que represente sua família, comunidade ou município para embelezar a nossa Troca e trazer a sua cultura para nos fortalecer!

– Esse ano teremos um curso de formação para jovens artistas populares, quem quiser participar traga seus instrumentos e a garganta afinada. Ajudem a articular os artistas da sua comunidade e município para vir participar.

Venha participar com a gente. A chegada começa no dia 14 de julho e a volta está programada para o dia 18 de julho de 2017, pela manhã.

Este encontro é de responsabilidade do Programa de Extensão Universitária TEIA, Núcleo de Agroecologia e Educação do Campo – ECOA, Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares – ITCP, Assessoria de Movimentos Sociais e Observatório de Movimentos Sociais, e conta também com o apoio de várias organizações da Zona da Mata, como Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, Movimentos Sociais e do Centro de Tecnologias Alternativas – CTA-ZM.

Para reduzir os “lixos” produzidos por nós, logo, pedimos encarecidamente que tragam também, SUA CANECA, COLHER E PRATO. Não esqueçam também de SUA TOALHA, COBERTOR E ROUPA DE CAMA, além de AGASALHOS, que o frio vai estar de lascar!
Nossa manifestação pública será no dia 17/07 à tarde. Venha animad@, pois precisamos gritar bem alto para todo o mundo ouvir: SEM DEMOCRACIA NÃO HÁ AGROECOLOGIA! Devemos lutar para que os nossos direitos e conquistas sejam garantidas. Em especial aquelas conquistas que tanto fortaleceram a agricultura familiar, a economia solidária, a educação popular, as comunidades tradicionais e, portanto, a agroecologia.

Veja mais informações no Facebook da Troca.

SAIBA MAIS SOBRE A UFV

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress